Os amigos brindam com álcool

Consumo de álcool após o transplante capilar principais riscos

In this post

O transplante capilar é uma solução cada vez mais procurada para reverter a calvície – uma condição que afeta cerca de 80% dos homens. No entanto, é necessário cortar com as bebidas alcoólicas antes e após o procedimento, pois estas podem interferir no processo de cicatrização e na resposta imunológica, comprometendo assim os resultados do transplante.

Efeitos nocivos do álcool

A ingestão de bebidas alcoólicas apresenta riscos sérios para a saúde e os seus efeitos nocivos vão muito além da desorientação e da demora em reagir aos estímulos externos. O álcool entra na corrente sanguínea logo ao ser absorvido pelas mucosas orais, sendo depois metabolizado no fígado, tornando-o mais inchado.

Além disso, o álcool retarda a regeneração celular e dilui o sangue, levando a um processo de cicatrização mais lento. Os seus efeitos são igualmente nocivos no cérebro, provocando a inibição dos impulsos nervosos e a destruição das células cerebrais. O álcool também aumenta o risco de aparecimento de tumores e infeções bacterianas.

Os danos provocados pelo álcool são tão amplos que é impossível mitigá-los com atividade física e uma alimentação equilibrada. Em circunstâncias normais, as bebidas alcoólicas podem ser consumidas moderadamente, mas ao recorrer a um transplante de cabelo, a única opção segura consiste numa interrupção temporária do consumo, como passaremos a ver.

Homem não quer álcool depois da sua operação

É permitido consumir álcool antes de um transplante capilar?

O álcool tem a capacidade de interferir com a medicação, incluindo a anestesia que é administrada localmente para tornar a operação mais confortável. Assim, o paciente pode sentir dor devido à presença de álcool no corpo. Como o álcool torna o sangue mais líquido, é provável que ocorra excesso de sangramento durante o procedimento, o que atrasa todo o processo de inserção dos folículos capilares.

Caso as células capilares da área doadora fiquem separadas do couro cabelo por mais de seis horas, a viabilidade dos folículos fica seriamente comprometida, resultando numa taxa mais reduzida de enxertos transplantados. Por isso, é crucial cumprir com as indicações do médico e interromper o consumo de álcool nas semanas antes da cirurgia, ou terá uma experiência mais dolorosa e com resultados menos eficazes.

É permitido consumir álcool após um transplante capilar?

O consumo de álcool pós transplante está totalmente interdito durante os primeiros dias após a cirurgia e esse período de recuperação é determinado pelo médico. Como referido, o álcool interage com vários tipos de medicação, podendo anular o efeito dos antibióticos receitados no pós operatório. A falta de antibióticos combinada com a falta de resposta imunológica pode resultar em infeções graves nas áreas intervencionadas.

O álcool também provoca excesso de suor e sangramento localizado, levando a uma maior concentração de bactérias nas incisões. O processo de cicatrização fica comprometido, pois as plaquetas não conseguem estagnar o sangramento e toda a regeneração celular fica mais lenta. É também provável que as áreas intervencionadas apresentem inchaço e vermelhidão por mais tempo. Por isso, a única forma de eliminar riscos desnecessários é evitar qualquer tipo de consumo de bebidas alcoólicas após o procedimento de transplante capilar.

Os amigos bebem álcool juntos

Quais os efeitos negativos do álcool no transplante capilar?

O consumo de bebidas alcoólicas após ser submetido a um implante capilar tem um impacto extremamente negativo nos resultados, podendo levar à queda dos novos fios. Isto ocorre porque os folículos recém-transplantados são extremamente sensíveis e requerem algum tempo até se encontrarem devidamente enraizados no couro cabeludo.

Ao consumir álcool nesta fase, os novos fios não recebem os nutrientes que necessitam para um crescimento saudável e a regeneração das células capilares ocorre a um ritmo mais lento. Consequentemente, os folículos não conseguem fixar-se eficazmente e o cabelo transplantado torna-se quebradiço. Assim, os pacientes devem seguir rigorosamente todas as recomendações médicas quanto ao consumo de álcool após um transplante capilar e fazer a sua parte para obter os melhores resultados.

Durante quanto tempo é interdito o consumo de álcool após um transplante capilar?

O tempo de espera para tornar a consumir álcool é estipulado pelo médico, costumando ir dos 10 aos 15 dias após o transplante. Com todos os malefícios que o álcool representa para a saúde capilar, o ideal é manter-se afastado das bebidas alcoólicas durante o máximo de tempo possível.

Conclusão

A ingestão de bebidas alcoólicas antes e após um transplante capilar poderá revelar-se uma decisão desastrosa. Ao consumir álcool nos 15 dias após o transplante capilar, estará a comprometer todo o procedimento cirúrgico. Para não fazer este investimento em vão, é fundamental seguir todas as orientações médicas e encarar a proibição de consumir álcool não como uma mera sugestão, mas como uma inevitabilidade.

Share this post

Read more posts like this

Request for free Hair Analysis and Consultation